01 agosto 2007

Sem roupa, sem calçado, sem escova de dentes...

A minha aventura de emigrante, começou muito bem. Ontem, embarquei rumo à Dinamarca, com escala de cerca de meia hora em Madrid. Depois de mais de 4 horas de voo, cheguei ao aeroporto de Copenhaga, cansada e esfomeada (a Iberia só serve refeições pagas, chulos) e dirigi-me ao tapete para recolher a mala, o que não demora mais de 20 ou 30 minutinhos. Mas o minutos começaram a passar a toda a velocidade, e a mala da Marta, nada de aparecer.
Entretanto, o pessoal que tinha vindo no mesmo voo, foi começando a ir embora, e eu fui ficando sozinha em frente ao tapete, cada vez com uma maior sensação que algo de errado se tinha passado com a minha bagagem. Bingo!
O tapete pára, e do televisor desaparece a referência do voo Málaga/Madrid. Pensei logo para mim, "tás lixada, a tua mala desapareceu". Fui ao balcão de informações e reportei a situação. Preenchi uns papeis e, muito triste, vim embora ter com o Vítor que estava à minha espera, em pé e de mochila às costas, há mais de uma hora.
Agora cá estou, em casa, sem roupa, sem calçado, sem escova de dentes (entretanto já comprei uma nova, lol) à espera que me digam alguma coisa.
EU QUERO A MINHA MALA!!

3 comentários:

Vitor disse...

Sem roupa, sem calçado, sem escova de dentes...

...mas bem acompanhada!

Claudia disse...

não quiseste levar na mala a escovinha de dentes que a prima te comprou... agora olha... Se levasses junto com a cuecada, ja tinhas pelo menos escovinha de dentuça.
Mas a boa noticia é que a mala ja apareceu e agora já esta tudo bem!!

Victor disse...

Sim, enquanto não chegou a roupa, como lhe deve ter ficado bem a roupa do FCP.