23 maio 2007

Londres: e o sonho virou realidade

Era a minha viagem de sonho desde a adolescência. No 10º ano, os livros de inglês aguçaram-me a curiosidade com as fotografias de Piccadilly Circus e Trafalgar Square repletos de gente, os punks nas ruas, o cenário da Tower Bridge. Estavamos no início dos anos noventa. Hoje já não existem punks, mas Piccalilly e Trafalgar continuam cheios de gente e a Tower Bridge mantém o cenário idílico das fotografias.
Finalmente o meu sonho virou realidade, e durante cinco dias foi um tal de dar ao pé para conseguir ver o maior número de sítios possível, eu e o meu moçoilo, pois claro! Sem pressas. Com o hotel situado em St. James, em cinco minutos estavamos em frente à Abadia de Westminster e do Big Ben. Caminhamos junto ao Tamisa, atravessamos a London Bridge, acotovelamo-nos em Piccadilly, passeamos pelo Hyde Park, espreitamos Notting Hill, demos um saltinho até ao Soho, rodamos os mercados de Portobello e Camden Lock (onde existem umas lojas de discos fantásticas) e até uma pastelaria portuguesa encontramos, onde comemos umas belas bolas de berlim!
A noite londrina deixa um pouco a desejar, com bares, literalmente, a expulsarem-nos às 11 da noite e os Pubs/Restaurantes a não servirem jantares depois das 22 horas. Na última noite decidimos ir comer o tradicional "fish and chips" e entramos num desses pubs às 21h30. Quando dissemos que queriamos jantar, a empregada disse que "já era tarde". Ridículo. Mas pior foi o stress no aeroporto, tamanho era o aparato de segurança. Até os sapatos tivemos que tirar depois de enfrentar uma fila com dezenas de pessoas.
Mas enfim, ainda nos divertimos bastante. Foi uma viagem fantástica, em grande companhia e Londres não me desiludiu nem um bocadinho. E espero lá voltar um dia...

2 comentários:

Vitor disse...

Ainda bem que gostaste. Por coincidência também passei uns dias em Londres e também em excelente companhia. ;)

Pablo disse...

Uma das minhas cidades favoritas, sem dúvida... ainda bem que gostaram e se divertiram ...